lapa de baixo

feia que dói

coitada

 

sob chuva miúda

cachorro dorme na porta do boteco

com o focinho entre as patas

 

passante franze a testa

imaginando ao atravessar a rua

um muxoxo no rosto do enforcado

 

a luz branca

a tudo corrói

[ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem

 
Visitante número: